EQUIPAMENTO

Aberto em 2009, num galpão de 1,2 mil metros quadrados próximo à Avenida Brasil, na Nova Holanda, o Centro de Artes da Maré - CAM é um espaço de referência em arte e cultura para moradores da região e bairros vizinhos, atraindo também um público de diferentes partes do Rio de Janeiro, do estado e até de outros países. Fruto da parceria da Redes de Desenvolvimento da Maré e com a Lia Rodrigues Companhia de Danças, o CAM abriga a Escola Livre de Dança da Maré - ELDM, é sede do grupo da coreógrafa Lia Rodrigues, além de oferecer uma intensa programação de eventos artísticos, culturais e sócio-políticos.

Há mostras de artes cênicas, oficinas, cineclube, exposições de arte, shows e espetáculos de dança e teatro. O CAM é palco do projeto Teatro em Comunidades – uma parceria da Redes da Maré com a UNIRIO – e já recebeu atrações do festival Panorama, inclusive workshops com coreógrafos internacionais, como a portuguesa Vera Mantero (2015) e a belga Anne Teresa De Keersmaeker (2014). A agenda conta ainda com a galeria de arte Amarelo, lançamento de livros, saraus, cursos e debates envolvendo temas ligados à cidadania, como drogas, segurança pública e empreendedorismo. O CAM acolhe também projetos realizados pela Redes da Maré em todos os eixos de atuação. Anualmente, o espaço é frequentado por cerca de 3 mil pessoas.

Parte do galpão é destinado ao local de trabalho da Lia Rodrigues Companhia de Danças, que em 2004 transferiu suas atividades para a Maré, e em 2009 começou a ocupar o espaço do CAM, antes mesmo da grande reforma que o transformou neste palco tão diverso. É ali que Lia e seus bailarinos ensaiam diariamente e onde criaram e estrearam seus espetáculos Pororoca (2009), Piracema (2011), Pindorama (2013) e Para que o céu não caia (2016).

 

Endereço Rua Bittencourt Sampaio, 181 - Maré - 21044-262 - Rio de Janeiro

Funcionamento De segunda a sexta-feira, das 9h às 21h; Sábados das 9h às 13h

 

Equipe

Coordenação: Geisa Lino

Assistente de Produção e Mediação Cultural: Pâmela Carvalho

Assistente de Produção: Maria Lethícia Barcelos

Secretário: Marcos Diniz 

Apoio: Maurício do Rosário

Gestos Financeiro: Carlos André

Patrocínio

Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro - SMC

Rio Galeão

Smart Fit

Globo

PRINCIPAIS REALIZAÇÕES

2018
Aprovação do projeto “Centro de Artes da Maré-espaço de encontro” pela Lei do ISS para realizar oficinas regulares de teatro e dança; Ocupação da Cia Marginal e grupo Atiro. Show da cantora Luedji Luna ; Cine Conceição - evento mensal durante o ano
2017
Realização da exposição Conceição Evaristo, em parceria com o Itau Cultural, sobre a vida da escritora e ativista // realização do show "Catch a Fire" da cantora Céu em frente ao CAM;
2016
Projeto Ocupação Centro de Artes da Maré, através de edital de apoio Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro, com quatro meses de programação, que incluiu apresentações do grupo de teatro infantil Trança de Folia, seguidas de oficina de artes com o Atelier Azulejaria; aula de consciência corporal e yoga para adultos e crianças; e apresentação do repertorio da Cia Marginal;
2015
Realização do projeto Dança Maré!, pelo edital de apoio da Secretaria Municipal de Cultura do Rio.Exposição sobre a vida e obra de Augusto Boal.
2014
Compra do galpão sede através de uma ampla campanha de doação; Criação da Galeria Amarelo, espaço expositivo idealizado pela fotógrafa Tatiana Altberg; A Redes da Maré recebe o Prêmio de Cultura do Estado do Rio de Janeiro pelo conjunto das ações em arte e cultura; Realização da Mostra Maré de Artes Cênicas, através de edital de apoio Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro, com 20 espetáculos de teatro e dança, incluindo trabalhos de Lia Rodrigues, Dani Lima, Denis Stutz, Jongo da Serrinha, Márcia Milhazes, Grupo Código e Cia Marginal; 2013 – Início da parceria com o Festival Internacional Panorama de Dança;
2011 - 2012
Realização da Temporada Maré de Artes Cênicas – premiação FUNARTE, com 20 espetáculos de teatro e dança, entre eles trabalhos de Carroça de Mamulengo, Grupo Trança de Folia, Focus Cia de Dança, Cia Folclórica de Dança da UFRJ, entre outros;
2011
O CAM é indicado como Ponto de Cultura – Gov. do Estado do Rio de Janeiro, realização do curso Mediadores Culturais; É palco do projeto Dança para todos, com oficinas abertas de dança ministradas pelos bailarinos da Lia Rodrigues Companhia de Danças.

VEJA MAIS FOTOS