Quem somos – Redes da Maré

Quem somos

A Redes da Maré tem como missão promover a consolidação de uma ampla rede de parceiras para garantir o desenvolvimento sustentável no maior conjunto de favelas no Rio de Janeiro, a Maré, a partir da articulação de pessoas e instituições comunitárias, da sociedade civil, de universidades, de órgãos públicos e da iniciativa privada.

Nossa visão é ter o reconhecimento dos moradores da Maré, de instituições da sociedade civil, de órgãos do poder público, como uma instituição que trabalha tecendo parcerias que buscam promover o desenvolvimento sustentável da região, a partir do protagonismo dos moradores e experiências relevantes para a cidade.


A Redes da Maré

A criação da Redes de Desenvolvimento da Maré, instituição da sociedade civil, é resultado de um longo processo de implicação dos seus fundadores com o movimento comunitário no conjunto de favelas da Maré e, também, na cidade do Rio de Janeiro.

As ações, pesquisas e reflexões desenvolvidas pela Redes da Maré ao longo de seu percurso, marcado pela atuação de seus integrantes em organizações locais e em outros espaços da cidade, nos diferentes campos das políticas sociais, pautam-se pelo interesse comum de trabalhar, de forma integrada e abrangente, com temáticas relativas à cidade do Rio de Janeiro e, mais especificamente, aos seus espaços populares.

Saiba mais

O processo que gerou a criação da Redes da Maré começou em 1997, a partir da iniciativa de moradores e ex-moradores oriundos de algumas das 16 favelas que formam a Maré e de outras partes da cidade do Rio de Janeiro. A maioria desse grupo fazia parte da população de menos de 0,5% que conseguiu ter acesso à universidade na região e que, também, participava de movimentos sociais e comunitários organizados para lutar por determinados direitos básicos, como: educação, saúde, cultura, saneamento, iluminação pública, segurança, dentre outros. O desejo maior dessas pessoas, desde a gênese da instituição, é produzir uma intervenção, de longo prazo, no espaço da Maré, de forma a identificar as variáveis que limitam o exercício cotidiano da cidadania dos seus moradores.

Veja mais

As instituições da sociedade civil, de maneira geral, como é o caso da Redes da Maré, são organizações que possuem três características básicas que as distinguem de outras empresas e órgãos públicos: orientação de suas ações no sentido de garantir e ampliar direitos a grupos sociais diversos; independência do Estado, embora busquem influenciar políticas públicas; desenvolvimento de projetos sociais sem fins econômicos (lucrativos).

Essas características trazem muitos desafios para o trabalho das instituições da sociedade civil, sobretudo, no campo da sua viabilidade e efetividade, no sentido daquilo que se quer alcançar. No nosso caso, escolhemos atuar no conjunto de favelas mais populoso no Rio de Janeiro, a Maré, onde residem aproximadamente 140 mil pessoas, distribuídas em 16 comunidades, numa área de pouco mais de 4 km².

Veja mais

Conheça nossa equipe.

Veja mais

Conheça nossos parceiros.

Veja mais

Loading...
Facebook Messenger for Wordpress
X