RELEMBRANDO ROQUETE PINTO

“Quando vim para cá, aqui só era maré. Não tinha luz, nem água, tampouco rede de esgoto”.

Conheça Cabral Batista, de 90 anos, morador de Roquete Pinto desde 1952.

Ele conheceu um Rio de Janeiro bem diferente do atual: “Antes as casas eram em cima de assoalhos, quando a maré subia, a solução era arregaçar a calça e pisar na água”, conta.

Details

MUDANÇA QUE VEM PELAS MÃOS

Maria José Batista de Sales, a Zezé, foi campeã de handebol em três Ligas Nacionais e um Pan-Americano, em 1999.

Hoje, aos 45 anos, ela ensina o esporte a crianças e adolescentes no Piscinão de Ramos.

“Venho de uma família humilde e não pagaria uma faculdade ou viajaria para mais de 20 países se não fosse o esporte”, diz.

Details