RECICLÁVEL NÃO É LIXO

Como em outras partes da cidade, o lixo da Maré abriga muitos materiais que podem (e devem) ser reciclados.

Para isso, catadores como Antônio Amauri, o Tunico, têm um papel fundamental: eles separam o material reciclável diariamente no pátio da Comlurb e vendem para locais onde ele pode ser reaproveitado.

E fazem um alerta: lixo mal descartado pode entupir bueiros e atrair insetos e bichos indesejáveis.

Details

DA FAVELA DO PINTO A VILA DO JOÃO

Sarinho tem muita história para contar desde que chegou à Maré apenas com a roupa do corpo. Ele morava na Praia do Pinto, favela da zona sul que foi incendiada.

Aqui, ele fez novos amigos e se engajou na luta por melhorias das condições de vida, primeiro na Nova Holanda, depois na Vila do João.

Confira esta matéria que saiu no Maré de Notícias no mês de novembro.

Details

O FAMOSO MENSAGEIRO DE NOVA HOLANDA

Carlinhos Carteiro é ansiosamente aguardado pelos moradores (e pelos cachorros) da Nova Holanda.

“Já levei várias mordidas na barriga, no braço. Ninguém nunca manda carta para eles, deve ser por isso que não gostam de carteiros”, brinca.

Saiba mais sobre este simpático personagem da Maré, que foi tema de matéria do jornal Maré de Notícias.

Details