Nota de Repúdio: Atropelamento Avenida Brasil – 07/06/18

Lista dos alunos selecionados para o Curso de Drywall
7 de junho de 2018
Eleições 2018: Debates na Maré
20 de junho de 2018

Nota de Repúdio

Na quinta-feira, dia sete de junho, por volta das nove horas da manhã, após ser comunicada que um frequentador da cena havia sido atropelado, a equipe do Espaço Normal – Espaço de Referência sobre Drogas dirigiu-se à Avenida Brasil, onde duas pessoas morreram em decorrência de um acidente envolvendo uma moto. O Espaço Normal atua junto às pessoas que frequentam a cena aberta de consumo de crack, álcool e outras drogas na Maré.

Um das vítimas, ainda não identificada, aparentemente, atravessava a Avenida Brasil. ​A outra era um soldado do Exército. O local estava isolado pelo Exército, policiais militares, agentes de trânsito e bombeiros, para a realização da perícia. Todos estavam muito exaltados, especialmente os policiais militares, que reagiram com truculência diante de nossa presença, negando-se a fornecer quaisquer informações a respeito do caso.  

​​As reportagens sobre o acidente mencionaram apenas a morte do soldado do Exército, ignorando o outro óbito. No entanto,  sugeriam que alguém que atravessava a Avenida havia sido atropelado. Pelas informações colhidas, logo após a colisão, junto aos moradores e transeuntes, o homem atropelado não frequentava as cenas de uso de crack da Avenida Brasil. 

 Lamentamos igualmente ambas as mortes e marcamos posição firme contra o modo como foi tratado o outro morto que, provavelmente, será enterrado como indigente, em decorrência da recusa das autoridades presentes ao dialogo, no local; impossibilitando uma possível identificação do corpo pelo conjunto de serviços que atua na região. 

 Manifestamos nosso repúdio ao modo como é tratada a população em situação de rua. Repudiamos o modo como seus corpos, suas histórias e suas vivências são descartáveis e menos importantes; desprovidas de direitos e dignidade, até mesmo no momento em que morrem. E exigimos que as autoridades divulguem a identidade do homem morto atropelado.

​ ​

#todasasmortesimportam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading...
X