PROJETO

Em 2006, do encontro da Redes da Maré com um grupo de jovens moradores das comunidades da Maré liderados pela diretora Isabel Penoni nascia oficialmente a Cia Marginal de Teatro. Mais de uma década depois, sempre em parceria com a Redes, a companhia tem uma carreira reconhecida na cena artística contemporânea carioca, com uma trajetória marcada pelo compromisso político de levar a arte da favela para o resto da cidade, do país e até do mundo.

 

Nestes anos, sempre com pesquisa, o grupo manteve um núcleo estável de atores, consolidou uma equipe de colaboradores, produziu cinco espetáculos, recebeu prêmios e cultivou um público próprio, enchendo suas temporadas dentro e fora da Maré. Um bom exemplo é Eles não usam tênis naique que colheu elogios por onde passou desde sua estreia em 2015, incluindo o Festival de Teatro de Curitiba, o mais importante do país.

O texto de Márcia Zanelatto é inspirado no marco do teatro brasileiro Eles não usam black-tie, de 1958, atualizando o conflito de gerações entre pai e filho operários para a favela de hoje, onde pai ex-traficante de drogas tem um embate ideológico com a filha, integrante do tráfico.

 

Na prática, o embrião da Cia Marginal data do início de 2000 quando Isabel Penoni chegou à Maré para aulas de teatro com jovens, acompanhada da atriz Joana Levi. A partir daí, ambas foram participando de outros projetos na Maré que usavam o teatro como ferramenta crítica, enquanto mais jovens iam se juntando ao grupo, que, com o passar do tempo, consolidou-se numa companhia.

Parcerias, Apoios e Prêmios

2016 – Edital Territórios Culturais – Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro

2014 – Edital Ações Locais – Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro

2013 – Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro – Fomento

2012 – Prêmio Myriam Muniz de Teatro Funarte

2011 – Secretaria Municipal de Cultura – FATE / Secretaria de Estado de Cultura – Edital de Cultura Prêmio Montagem Cênica

2010 – Secretaria de Estado de Cultura – Edital de Cultura

2008 – Secretaria de Estado de Cultura – Edital de Cultura

2006 – Prêmio Myriam Muniz de Teatro Funarte

 

Turma de extensão e formação: grupo ATIRO

Enquanto a Cia Marginal se transformava numa companhia, nascia também seu braço pedagógico, com aulas de teatro lideradas pelo ator Wallace Lino para jovens da região, replicando assim o modelo inicial do grupo. Um processo que, a partir de 2007, se insere no conjunto de iniciativas artísticas e culturais realizadas pela Redes da Maré.

Hoje, os alunos liderados Lino – que se reúnem na sede da Redes da Maré – sonham em consolidar-se como uma companhia estável, recém-batizada com o nome de Atiro. São 15 jovens que já trabalharam suas memórias sobre a região, gerando o espetáculo Ela pode estar em você, de 2013, sobre o desafio de ter paz num cenário de confrontos entre policiais e criminosos.

Em seguida, criaram uma alegoria sobre os muitos nordestinos que chegaram à região em busca de um sonho num Rio de Janeiro idealizado. Vai circulou pelas 16 comunidades da Maré, inclusive fazendo a abertura dos espetáculos da Cia Marginal no Centro de Artes. Em 2016, o grupo criou Agora eu sei o chão que piso, a partir de uma pesquisa nascida do livro O teatro do bem e do mal, de Eduardo Galeano.

 

Equipe

Direção Isabel Penoni

Produção Mariluci Nascimento

Atores Jaqueline Andrade, Geandra Nobre, Phellipe Azevedo, Priscilla Andrade, Rodrigo Souza, Wallace Lino

Colaboradores Bianca Fero, Diogo Vitor, Rosyane Trotta, Sinésio Jefferson e Joana Levi

PRINCIPAIS REALIZAÇÕES

2018
Integrou o mais importante e abrangente circuito de espetáculos no Brasil, o Palco Giratório do SESC, que possibilitou ao grupo apresentar seu trabalho em trinta e quatro cidades das mais diferentes regiões do país.
2017
Circulação do espetáculo Eles não usam tênis naique por escolas públicas da Maré (Territórios Culturais – SMC) / Eles não usam tênis naique no Itaú Cultural (SP) e em turnê por Portugal, no festival MEXE (Encontro Internacional de Arte e Comunidade), no Porto, e no Teatro Ibérico, em Lisboa; Ocupação Trocas Marginais com 1 mês de espetáculos no Centro de Artes da Maré, com curadoria da programação
2016
Comemoração dos 10 anos de companhia / Eles não usam tênis naique no Festival de Curitiba, na mostra Periférico (Espaço Cultura Escola SESC), na mostra Comunidade em Ação (Galpão Gamboa), no FITU (UNIRIO) e no Teatro Glaucio Gill. / Apresentação do repertório completo da companhia como parte do projeto Ocupação Centro de Artes da Maré, com apoio do Fomento Secretaria Municipal de Cultura;
2015
Montagem e temporada de estreia do espetáculo Eles não usam tênis naique, baseado no texto deMárcia Zanellato / Ocupação Grandes Minorias no Teatro Glauce Rocha / Realização do projeto Trocas Marginais, contemplado pelo edital Ações Locais/SMC 2014, com foco na transmissão do conhecimento do grupo a partir de uma oficina voltada para um público jovem local e uma residência para integrantes de grupos de teatro e dança de comunidades de toda a cidade no Centro de Artes da Maré
2014
Espetáculo Qual é a nossa cara? – Circuito Sesc – RJ / Espetáculo In_Trânsito nos trens e estações da Supervia;
2013
Estreia do espetáculo In_Trânsito nos trens e estações da SuperVia / Ocupação artística Desmonte Marginal, em parceria com a Cia Monte de Gente – Projeto ENTRE Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto / Moção de louvor da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, representada pelo vereador Renato Cinco, por “encenar o engajamento do teatro nos dias atuais”;
2012
streia do espetáculo Ô, LILI no Teatro Maria Clara Machado e circulação no Teatro da Cia dos Atores, no Centro de Artes da Maré e Espaço Cultural Escola Sesc;
2010
Temporada do espetáculo Qual é a nossa cara?No Teatro Glauce Rocha / Qual é a nossa cara? na II Semana de Ensino do Teatro (UNIRIO) e no Centro de Artes da Maré;
2007
Estreia do espetáculo Qual é a nossa cara? na Casa de Cultura da Maré e circulação no Teatro de Anônimo e no Teatro Glauce Rocha;
2005
Espetáculo Você faz parte de uma guerra? apresentado em diferentes ruas das comunidades da Maré;

PROJETOS RELACIONADOS